Português
raqueels2
5

preciso fazer um texto dicertativo com o tema preconceito

+0
(1) Respostas
dyjalmanascimen

Não está resumido O preconceito racial sempre esteve e estará presente no mundo. Apesar de haver nitidamente grandes conquistas dos negros em relação aos seus direitos como cidadão, o preconceito ainda é existente.  A maioria dos negros sofrem ou sofreram alguma espécie de preconceito, e como o próprio nome sugere, isso é um pré-conceito do que você é realmente. Existem exemplos de pessoas que conseguiram superar essas barreiras e obtiveram sucesso, mostrando seu verdadeiro potencial, independentemente de sua cor, mas se perguntarem para elas se sofreram algum tipo de discriminação, a maioria das respostas será: sim.  Mas infelizmente a maior parte delas preferem se omitir quanto à isso, e acabam se acomodando, aprendendo a conviver com os outros lhes chamando de "negão", "crioulo", "preto", etc., enquanto pouquíssimas preferem lutar contra isso. O que é um grande erro, porque a cor da sua pele não significa nada, pois existem muitas pessoas brancas que cometem atos insensatos, o que prova que a cor não diz nada sobre personalidade e caráter. A cor não qualifica nem menospreza, é isso que devemos ter em mente ao lutar por direitos igualitários entre raças.  Sabemos que não podemos "julgar um livro pela capa", "que as aparências enganam", e que "quem vê cara não vê coração", mas além disso quem disse que o branco é o certo e o negro é o errado?  Se fizermos uma relação de tudo que aprendemos direta ou indiretamente com nossos pais, avós, e até mesmo com a sociedade, chegaremos a conclusão de que o preconceito sempre existiu.  Em livros infantis de contos de fadas ou estórias em quadrinhos, quantos heróis ou princesas são negros? E em filmes, quem é o empresário rico, bonito e bem sucedido? E quem é o ladrão? Quem sabe falar bem e quem só diz gírias? Há mais negros ou brancos em livros de história?  Quase sempre o negro fica reservado à papéis menores, de pouca divulgação e importância, mas felizmente isso está se modificando. O negro está passando a dar mais valor a si mesmo e apoiar não só a miscigenação, mas sim a sua cor.  É evidente que há grandes vitórias, mas também grandes derrotas. Mas não devemos nos abalar por isso, pois estes são grandes degraus de uma longa escada que temos que percorrer rumo a igualdade racial. Devemos nos orgulhar do que somos e lutar para conquistar o nosso devido espaço. Seja independente da raça, classe social, opção sexual, religião, mas que seja dependente do que você é internamente e não externamente, do seu caráter, da sua força de vontade, da sua crença, da sua atitude em querer vencer, vivendo em um mundo mais colorido.  **************************************...  Alguns negros passam a comandar empresas, outros são juízes, atletas de sucesso, grandes atores ou comunicadores. Em 2008, o salto foi maior: os norte-americanos elegeram Barack Obama para presidente da República. No Brasil, dizem que não existe preconceito, que somos uma sociedade multirracial e unida. Será mesmo? Obama, Lewis Hamilton, Naomi Campbell, Oprah Winfrey, o ministro Joaquim Barbosa,  NÃO ACREDITO NESSA PALHAÇADA DE RACISMO POIS NEGROS MATARAM, ROUBARAM, OU SEJA COMETE ERROS COMO QUALQUER SER HUMANO. OS PRÓPRIOS NEGROS É QUE SÃO RACISTAS, REPARE SE NEGROS ESTÃO NAMORANDO, CASANDO COM NEGRAS? SÃO TODAS BRANCAS E LOIRAS. ESSE PAPO DE COR JÁ ESTÁ ENCHENDO O SACO.  Aqui no meu prédio está morando uns angolanos. Vem para cá se achando estrangeiros de países ricos, desenvolvidos, tem uma pose. Não fazem em seus países a sacagens que fazem aqui. Fica nuas na área de circulação (quintal mas é do prédio) nuas, estão levando muambas (roupas etc..) para vender em seu país. Eles não vão para o Portugal que é muito mais perto porque lá são colocados em seus lugares. Desculpe, pois não gosto, não aceito, não acredito etc...sobre racismo pelo contrario usam isso para conseguir benesses e a mídia e outros tantos meios fica focando essa palhaçada. preto é preto, branco é branco, pobre é pobre, homossexual é homossexual, rico é rico, deficiente físico é deficiente físico, saúde e hospitais não tem para pobre, nem branco, nem negro etc. querem obrigar, impor...nada se consegue desse jeito. 

Adicionar resposta